ASAP.me inicia fase de design e incentiva inovação por meio da criação coletiva

Como transportar as compras de supermercado de uma maneira confortável e sustentável foi a questão que a plataforma de crowdsourcing e design thiking ASAP.me colocou a seus usuários, em busca de uma solução criativa e co-criada. Pensando nisso, e após passar diversas vezes pela experiência de ter frutas, legumes e ovos estragados no transporte para casa, a bióloga Letícia Braga idealizou uma sacola com compartimentos, que possibilita que os produtos fiquem separados, preservando especialmente a integridade do conteúdo frágil.

A sacola foi escolhida pelos usuários da plataforma e já passou por uma pesquisa de mercado, que indicou que o produto atende às expectativas das pessoas. Agora, a ASAP.me está recebendo contribuições dos outros usuários para tornar o design do produto mais prático, além de sugestões de materiais e acessórios para a sacola. Esta etapa do desenvolvimento está aberta até XXXX e qualquer pessoa pode participar, enviando sugestões de como tornar o produto melhor, e facilitar ainda mais a vida de todos. “Nós acreditamos que a inovação é um processo social, que pode acontecer em qualquer lugar, a qualquer momento e que, quanto mais contribuições de outras pessoas receber, melhor será”, afirmou Gui Brammer diretor de crowdsourcing da plataforma. “Por isso contamos com a ajuda dos nossos usuários e de qualquer pessoa que tenha boas ideias e que queira contribuir para o desenvolvimento de produtos inovadores e criativos”, concluiu.

Assim que a fase de design for encerrada, a sacola passará por pesquisas de branding e de materiais e será transformada em um produto, fabricado em escala e vendido em grandes redes. O autor da ideia e os usuários que contribuíram com melhorias terão participação n as vendas, definidas a partir de um algoritmo criado especialmente para a iniciativa. “Desenvolvemos um algoritmo que nos permite definir a participação nas vendas dos produtos de forma eficiente entre o usuário que propôs a ideia e os que colaboraram com o desenvolvimento do produto, de forma que as contribuições mais relevantes terão taxas de retorno maiores”, explicou Cristian Cooke, diretor de plataforma da ASAP.me

Além deste projeto, outras iniciativas estão na plataforma, passando pela etapa de pesquisa de mercado, como uma capa de celular que protege a integridade dos fones de ouvido, um shape para skate feito com resina reciclada e um equipamento que permite organizar os fios de aparelhos eletrônicos.

A ASAP.me é uma plataforma que agrega CrowdsoursingOpen Innovation e Crowdfunding modelos que possibilitam a inversão do  padrão de inovação, de dentro das empresas para fora, e que utilizam a multidão como recurso amplo no desenvolvimento de um produto/serviço. Assim, a ASAP.me lança desafios no mercado para solucionar problemas do cotidiano das pessoas e das empresas, de forma organizada e fluida, encurtando o tempo e recursos necessários para o lançamento no mercado, por meio da co-criação, processo que economiza dinheiro, tempo e mão de obra qualificada, além de trazer a tona novas visões, usos e sugestões para o objeto co-desenvolvido. Com isso, os produtos/serviços criados são completos, pois atendem as necessidades reais dos consumidores.  

A ASAP.me é coligada a WiseWaste, uma companhia de desenvolvimento de aplicações de resíduos em matéria prima de valor, que detêm tecnologias avançadas de reciclagem e logística reversa e atua em pesquisa e desenvolvimento de novas soluções para o reaproveitamento de materiais. Sua tecnologia já premiada e reconhecida pelo mercado e permite que a plataforma tenha acesso a mais de 20 empresas fabricantes de produtos em escala industrial. “O que pretendemos é ajudar a comunidade a criar em colaboração e ver suas ideias tornarem-se realidade, sendo produzidas localmente com matéria-prima reciclada pela WiseWaste, nossa parceira em logística reversa e reciclagem”, comentou Chicko Sousa, diretor de inovação da ASAP.me.

Todos os projetos em andamento estão no site da plataforma e para contribuir basta se conectar ao site, http://www.asap.me